Aprenda agora como aplicar BI na empresa e otimizar seu desempenho!

O conceito de Inteligência de Negócios (Business Intelligence) chegou para ficar. Nesse cenário, como aplicar BI na empresa, considerando que para isso são necessários certos atributos, nem sempre verificáveis?

Afinal, de acordo com a pesquisa BI Trend Monitor 2020, da Business Application Research Center (BARC), os países sul americanos estão atrás na corrida pelo seu desenvolvimento.

De acordo com o estudo, em que foram entrevistadas mais de 2,8 mil lideranças em todo o mundo, apenas 6,9% das empresas dão à Business Intelligence o devido valor. Na Europa, líder nesse quesito, o percentual sobe para 7,3%, mesma proporção encontrada na Ásia.

E na sua empresa, em que pé se encontra a Inteligência de Negócios? Continue lendo para saber como desenvolvê-la e assim ter resultados superiores.

Afinal, em que consiste o BI?

Business Intelligence é o conjunto de práticas, estratégias e ferramentas com o objetivo de orientar decisões. No planejamento para PMEs, por exemplo, ela é essencial no sentido de gerar insights de negócios com base em dados e números. Portanto, BI não é uma exclusividade das grandes corporações.

Isso porque, com a expansão da Transformação Digital, praticamente não há processo produtivo que não seja impactado pelo uso de softwares, Big Data e outros conceitos. Ou seja, a Inteligência de Negócios, mais do que nunca, é uma exigência para empresas cujo objetivo seja aumentar a competitividade ou expandir suas operações.

Para que finalidades ela pode ser utilizada?

A gestão de uma empresa implica tomar decisões todos os dias. Se é do ramo varejista, por exemplo, isso significa escolher fornecedores, precificar produtos, cortar gastos, entre muitas outras ações. Como tomar tantas decisões de impacto quando não se conta com informação e capacidade de articular ideias, dados e conceitos?

É nesse contexto que a BI se insere. Ela torna o processo decisório mais ágil porque nela os rumos de um negócio são apontados com base em fatos e não apenas no “faro” do gestor.

Embora a intuição tenha o seu valor, há de se convir que decidir apenas com base nesse sentimento é um risco demasiadamente alto. Pois é essa incerteza sobre o que fazer que a BI ajuda a eliminar.

Que tipo de resultados podem ser obtidos com BI?

Casos de sucesso para ilustrar o grau de acerto de decisões tomadas com base em BI não faltam. Eles estão acontecendo agora mesmo, enquanto você lê este artigo, em empresas de todos os segmentos, tamanhos e locais.

A seguir, veja alguns resultados que a Inteligência de Negócios bem articulada pode gerar com base em casos reais. Eles foram documentados pela Tableau — em inglês —, uma das maiores empresas de desenvolvimento de tecnologia voltada à BI do mundo. Confira.

Processos mais ágeis

Na Coca-Cola, a geração manual de relatórios de performance estava consumindo tempo demais e travando o acesso a dados valiosos sobre vendas para as equipes comerciais. Foi então que entrou em cena o time de BI da empresa que, com o auxílio da tecnologia, colocou em prática um plano para automatizar a geração de reports.

O resultado foi a economia de 260 horas por ano só na elaboração de relatórios de vendas. Isso equivale a 6 semanas de trabalho com 40 horas diárias. Imagine o mesmo em sua empresa!

Melhora na performance

Se gerir uma única loja é um desafio, imagine quando se trabalha com uma rede de mais de 2,4 mil estabelecimentos? É o que acontece com a Chipotle, uma cadeia de restaurantes especializada em comida mexicana que tinha dificuldades em centralizar o controle dos dados gerados por essa imensa rede.

Aplicando BI para resolver essa questão, a empresa passou a produzir reports com dados estruturados não mais trimestralmente, mas a cada 30 dias. Além de ter poupado horas de trabalho manual, segundo o diretor Zach Sippl, a Chipotle avançou para um outro nível de entendimento de seus próprios indicadores de performance.

Redução de riscos

A controladoria nas empresas atua no sentido de garantir que contas, processos financeiros e contábeis estejam sempre em dia. Pois esse setor também pode se beneficiar da aplicação de BI para assegurar a lisura desses processos e para mitigar riscos.

Um bom exemplo do uso de BI nesse sentido vem do setor público de ensino da cidade de Des Moines, nos Estados Unidos. Utilizando poderosos softwares de tratamento de dados e pela regressão estatística, foi criado um modelo pelo qual se pode prever quais os alunos estão em vias de abandonar os estudos.

Para chegar a esse resultado, foram empregados dados acumulados ao longo de 5 anos. Ou seja, trata-se de um volume bastante considerável e que só poderia ser usado com eficácia com as ferramentas certas e com aplicação de BI.

Seu orçamento sempre no azul

Não é novidade que impostos e tributos podem consumir uma fatia expressiva das receitas de uma empresa. No entanto, uma cultura orçamentária não sobrevive apenas em função do controle dos impostos. Existe toda uma gama de custos, às vezes invisíveis, que se não são tratados podem levar uma empresa a perder boa parte de suas receitas.

Com Inteligência de Negócios, é possível identificar oportunidades de mercado e, assim, reduzir custos. Foi o que fez a Siemens, que passou a ter um novo entendimento sobre seus custos, podendo assim tomar as medidas certas para reduzi-los. Assim, a Siemens gerou receita de 86,8 bilhões de euros e lucro líquido de 5,6 bilhões de euros somente em 2019 quando aplicou as soluções baseada em Business Intelligence.

Como como aplicar BI na empresa?

Por outro lado, em mercados pouco amadurecidos digitalmente, implementar a BI pode ser uma tarefa das mais desafiadoras. Sendo assim, o primeiro passo a ser dado é abraçar sem reservas o movimento de Transformação Digital. Nele, a empresas passa a orientar e gerir suas atividades por meio de recursos e ferramentas baseadas na web, aplicativos e cloud computing.

Com isso, ela se habilita a dar um segundo e importante passo, que consiste em se tornar uma empresa de cultura Data Driven; logo, orientada por dados. A partir disso, ela estará em condições de treinar — ou recrutar — colaboradores capazes de atuar em um cenário cada vez mais influenciado pela tecnologia.

Estamos certos de que, agora que você sabe por onde começar, poderá aplicar BI na empresa com uma margem de acerto muito maior. Esteja sempre em movimento, afinal, o que é moderno e avançado hoje pode se tornar obsoleto amanhã.

Gostou do que leu aqui e quer resultados assim em sua empresa? Faça contato com a Porto Gestores e deixe-nos ajudar a elevar o seu desempenho.

Compartilhe e curta nas redes sociais!

Assine nossa newsletter e saiba todas as novidades em contabilidade e controladoria para alavancar o seu negócio!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook
LinkedIn
Instagram