Descubra como tomar decisões a partir da gestão de indicadores

Uma grande dúvida que surge entre os empreendedores e gestores é como tomar decisões acertadas e que realmente contribuam para o desenvolvimento do negócio, já que qualquer erro pode prejudicar as atividades realizadas e os resultados obtidos.

Como ferramentas eficientes que podem ser analisadas para auxiliar nesse processo, estão as métricas e os indicadores, considerando que apresentam números reais sobre diversos processos e setores do negócio, servindo como base para a elaboração de estratégias e planejamentos de sucesso.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo, para apresentar os indicadores mais utilizados, seus benefícios e como escolher os mais adequados às características do negócio. Acompanhe!

Quais são os indicadores mais utilizados?

Existem diversos indicadores disponíveis para serem analisados pelas empresas. Contudo, alguns são mais aplicados. Veja a seguir quais são!

Lucro Líquido

Trata-se de um indicador que mostra o lucro obtido pela organização depois da subtração das despesas operacionais, encargos tributários e demais valores.

Com essa informação, é possível entender onde a empresa conseguiu gerar lucros, o que vai permitir a eliminação de erros, que podem influenciar negativamente esses valores, de alguma operação.

Rentabilidade

Para mensurar o poder de ganho ou o retorno sobre o capital aplicado em uma instituição, a rentabilidade é empregada. Para chegar ao seu resultado, é preciso dividir o resultado líquido pelo ativo total. Dessa forma, fica mais simples para o empreendedor entender se sua empresa é ou não lucrativa.

Ativo e passivo

São caracterizados pelos bens que uma companhia possui e pelo recebimento. Nesse caso, os ativos representam a soma da quantia em caixa, estoque, contas a receber, bens imobilizados e demais fatores que podem ser convertidos em valores a serem recebidos e reinvestidos no negócio.

Já os passivos consistem nas dívidas que a organização tem em um certo período, por exemplo, empréstimos, contas a pagar, entre outros.

Nível de endividamento

São as dívidas adquiridas por meio de contrato com fornecedores, solicitações de empréstimos etc. Seu resultado pode ser encontrado por intermédio da divisão integral do passivo pelo ativo do negócio.

Para evitar que esse índice fique elevado, é necessário ter cuidado ao requisitar crédito às instituições bancárias ou financeiras, tendo em vista que os juros desses valores podem influenciar diretamente os resultados atingidos, de forma a prejudicar a liquidez de uma empresa.

Ticket médio

Por meio da divisão entre o faturamento da empresa e a quantidade de vendas realizadas em um período específico, é possível conhecer qual é o ticket médio da companhia. Com esse número, será possível rever ou melhorar as estratégias criadas, o atendimento ao cliente e as ações de marketing.

Retorno sobre investimentos (ROI)

É um indicador muito importante, considerando que ele permite averiguar se as práticas aplicadas pelo negócio estão gerando os resultados esperados. Por meio dele, também é possível verificar desde o retorno das ações de marketing até as condições para a empresa manter suas operações em dia.

Além disso, ele permite a criação dos próximos trajetos a serem seguidos, direcionando quanto aos melhores investimentos e como cada um deles colabora para a atração, a fidelização do público e o desenvolvimento da organização.

Liquidez

Ao verificar a liquidez do negócio, fica mais fácil fazer uma avaliação relativa à viabilidade do orçamento atual para honrar com todas as responsabilidades financeiras em curto prazo.

Desempenho de qualidade

É um indicador utilizado para identificar com rapidez as não conformidades e os problemas em todas as etapas, desde a compra do cliente até a chegada do produto à sua residência. É obtido por meio da comparação entre a quantidade de saídas totais e o número de defeitos ou desvios. É necessário considerar a opção dos clientes finais sobre as entregas feitas e o nível de satisfação.

Como tomar decisões mais eficientes por meio da gestão de indicadores?

Uma boa gestão de indicadores traz vantagens incríveis, que influenciam diretamente as decisões da empresa de forma positiva. Entenda os principais motivos para isso.

Melhor aproveitamento de recursos

Ao usar a análise de indicadores de desempenho relacionados às finanças, por exemplo, o ROI, é possível compreender quais recursos do negócio não estão sendo aplicados de forma adequada e reduzir custos, além de possibilitar a readequação das ações praticadas com o intuito de aumentar os lucros e minimizar os prejuízos.

Aumento do desempenho

É fundamental que os gestores façam uma avaliação precisa do desempenho de sua equipe, com a finalidade de engajar a aplicação de todas as suas competências e habilidades no decorrer da execução de suas funções.

Esse tipo de avaliação vai contribuir bastante para gerar um aumento relevante de produtividade dos colaboradores, por meio da aplicação de treinamentos, programas motivacionais e diferentes tipos de métodos de gerenciamento de pessoas.

Isso porque o recurso humano é parte essencial para o sucesso do negócio, já que os funcionários são ativos valiosos, e o desempenho de cada um deles promove impactos diretos nos resultados da empresa.

Para estimular essa progressão do quadro de trabalhadores da companhia, é preciso contar com um bom investimento em autogestão, uma prática que leva em consideração que todos os funcionários são capazes de cuidar de suas próprias tarefas, com uma intervenção muito menor por parte do gestor.

Definição de estratégias

Para que um negócio conquiste vantagem competitiva relevante no mercado, é necessário ter um plano estratégico efetivo. No entanto, não adianta elaborar excelentes ações sem entender como elas serão colocadas em prática e como monitorar os resultados.

Para alcançar os propósitos esperados, os indicadores de desempenho são ferramentas potentes, tendo em vista que, por meio deles, fica muito mais fácil entender o que está funcionando.

As métricas vão permitir que o gestor veja quais medidas precisam de uma nova abordagem, para que as metas pretendidas sejam atingidas no prazo estabelecido. Também proporcionarão uma visão ampla e atual da situação real do negócio, fazendo com que os melhores caminhos sejam traçados de maneira mais simples, gerando os melhores resultados.

Isso ocorre pelo fato do planejamento estratégico se tornar mais coerente com o que a organização realmente necessita para alcançar seus objetivos. Por esse motivo, tenha atenção ao criar as ações a serem aplicadas, com base na situação geral do negócio, sempre considerando os resultados e os pontos de atenção, tanto no ambiente externo quanto no ambiente interno.

Identificação de pontos de melhoria

A avaliação dos resultados é uma forma de entender o cenário em que a companhia está inserida. Dessa forma, o gestor pode fazer uma análise para identificar se esse contexto está de acordo com o que é mais adequado para o negócio. Além do mais, conferir os números obtidos colabora para que os objetivos desafiadores sejam criados, com o fito de motivar todos os integrantes do time na procura pelo sucesso.

Conhecer os pontos a serem melhorados também é necessário em qualquer plano que visa à melhoria contínua, com a finalidade de realizar o diagnóstico da situação em que a organização se encontra. Além dos pontos negativos, uma avaliação mais aprofundada também vai possibilitar a busca pelo aperfeiçoamento do que está proporcionando resultados satisfatórios.

Caso a zona de conforto represente riscos em relação aos problemas, manter-se acomodado com os bons resultados alcançados pode gerar complicações no futuro. Então, o ideal é sempre estar à frente, adequando-se ao mercado, às novas demandas dos clientes, às tendências e a outros pontos, sendo uma referência entre os concorrentes.

Obtenção de um panorama da empresa

Ter um panorama completo do negócio é outro benefício dos indicadores no momento de tomar alguma decisão, pois, ao gerenciar uma empresa, é primordial identificar os gargalos e os riscos que a organização está enfrentando.

Após identificar esses problemas, é necessário estudar os processos executados, os resultados adquiridos no último período e outros aspectos que estejam ligados ao que a companhia produz e deixa de produzir, para que os erros sejam mais fáceis de perceber.

Dessa forma, é possível tomar decisões mais corretas, em que os recursos disponíveis possam ser mais bem aplicados, a fim de contribuir de forma positiva para a obtenção de lucro pela empresa.

Minimização dos erros

Para realizar uma boa gestão, é imprescindível estar sempre atento aos números da empresa. Só assim é possível entender o que está dando certo ou não. Por esse motivo, é importante saber quais medidas tomar para conseguir controlar tudo que está acontecendo na companhia e, dessa forma, mensurar de maneira quantitativa os resultados adquiridos.

É necessário ressaltar que a gestão de um negócio deve ser baseada em fatos reais, para que ele seja conduzido da melhor forma e possa alcançar o sucesso pretendido.

De que forma é possível melhorar a tomada de decisão por meio dos indicadores?

Existem algumas práticas que podem ser aplicadas como forma de melhorar a gestão dos indicadores e acertar nas decisões a serem tomadas. Veja algumas delas.

Defina quais são os indicadores mais relevantes para a empresa

Para que as decisões sejam tomadas usando os indicadores como fundamento e realmente sejam vantajosas para a companhia, é preciso entender quais são as melhores métricas a serem analisadas pela empresa.

Existem diversos indicadores disponíveis que podem ser mensurados para embasar as estratégias a serem criadas. Por isso, escolha um número adequado, em torno de cinco, a fim de ter números suficientes para mensurar o desempenho e alcançar os melhores resultados.

Alinhe os indicadores aos planejamentos da organização

Os indicadores que forem escolhidos para ajudar nas decisões a serem tomadas precisam estar alinhados com os planos de negócio. Quando essa consonância não acontece, há uma perda de tempo e dinheiro ao coletar informações que não serão uteis para criar o melhor direcionamento rumo às metas da companhia.

Separe os indicadores escolhidos de outras informações

Em grande parte das empresas, não ocorre uma escassez de dados relevantes. No entanto, é importante saber como lidar com esse alto volume de registros e entender de que maneira é possível utilizá-los como base para montar uma boa estratégia e tomar as melhores decisões.

Uma falha que ocorre com frequência é não saber como separar os indicadores que serão utilizados de tantas outras informações que são produzidas todos os dias. É importante que um relatório efetivo e organizado seja criado, evitando que as decisões se percam em um conjunto de dados irrelevantes.

Ao realizar essa separação, fica mais fácil filtrar o que é realmente importante para ser mensurado e, assim, tornar o processo decisório da empresa mais rápido.

Avalie os indicadores para obter insights

Outra falha que pode tornar o uso de indicadores ineficiente durante a tomada de decisão é uma análise mal feita dos dados, impossibilitando que insights importantes sejam extraídos. Isso ocorre pelo fato de ocorrer uma ausência de conexão entre quem vai tomar as decisões e os responsáveis por criar o relatório de análise desses números.

Normalmente, essa atividade de mensurar os indicadores é desenvolvida por colaboradores de nível hierárquico mais baixo na empresa e, logo em seguida, é repassada aos executivos. Assim, pode ocorrer um problema de falta de compreensão quanto à importância dos dados, além da direção não estar completamente conectada à maneira como os registros são coletados e apresentados.

Pensando em tudo isso, é essencial manter a responsabilidade, entender a importância de mensurar os dados e realmente compreender o quanto esses números significam para a organização.

Faça a revisão e a atualização dos indicadores

Depois que os indicadores mais relevantes são definidos, é preciso fazer revisões e atualizações de acordo com as necessidades da empresa. Isso significa que é necessário identificar se os indicadores escolhidos ainda apresentam resultados para as estratégias da companhia.

Sempre que ocorrer alguma alteração no planejamento ou nas prioridades da organização, será preciso atualizar os indicadores. Dessa forma, é possível assegurar que seja mensurado somente aquilo que é importante para chegar ao resultado pretendido.

Conseguiu entender melhor como tomar decisões com base em indicadores? Por meio de uma análise precisa, com números reais e que refletem a situação do negócio, fica muito mais fácil elaborar as estratégias e aplicar as ações mais adequadas, que vão possibilitar que a empresa atinja as metas, os objetivos e os resultados pretendidos, tornando-se mais competitiva, além de ocupar um lugar de sucesso no mercado.

Quer saber como podemos ajudar para que a análise de indicadores do seu negócio se torne mais precisa? Então, entre em contato com a gente, converse com um especialista e esclareça todas as suas dúvidas! 

Compartilhe e curta nas redes sociais!

Assine nossa newsletter e saiba todas as novidades em contabilidade e controladoria para alavancar o seu negócio!

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Facebook
LinkedIn
Instagram